terça-feira, 8 de setembro de 2015

Gestão pública é partilhada



Prefeitura de São Paulo divulga minuta participativa da Operação Urbana Consorciada Bairros do Tamanduateí





Audiências públicas irão colher sugestões da população para o projeto de lei que contempla requalificação urbana nos bairros Cambuci, Mooca, Ipiranga, Vila Carioca e Vila Prudente
Kelly Amorim, do Portal PINIweb










A Prefeitura de São Paulo publicou na última semana a minuta participativa do projeto de lei da Operação Urbana Consorciada Bairros do Tamanduateí (OUCBT), que prevê a requalificação dos bairros Cambuci, Mooca, Ipiranga, Vila Carioca e Vila Prudente, nas zonas Sul e Leste da cidade. A proposta é criar seis milhões de m² em novas construções e 11 parques públicos, arrecadando R$ 5,5 bilhões em 20 anos.

A nova operação urbana, que é a primeira na gestão do prefeito Fernando Haddad, tem por objetivo equilibrar a oferta de empregos e de habitação na região, com a criação de 20 mil moradias populares, promovendo o adensamento populacional e construtivo e uma maior diversidade de serviços e do comércio local. A previsão é de que haja aumento da população da área de 140 mil para 390 mil habitantes em 20 anos.

O projeto urbanístico da OUCBT prevê também a requalificação das orlas fluviais, qualificação do espaço urbano, ampliação da arborização, modernização do sistema de drenagem, requalificação da Avenida do Estado e recuperação da vegetação nas margens do Rio Tamanduateí. Associado a essas melhorias, há ainda um programa de preservação dos territórios produtivos da região ao longo da ferrovia e das indústrias.

De acordo com o diretor da SP Urbanismo, Gustavo Paterzani, o interesse da operação é "produzir terra por preço justo". O executivo destaca que, diferentemente do que ocorreu nas Operações Urbanas Água Espraiada e Faria Lima, extremamente valorizadas, "esta será uma operação urbana classe média, com o adensamento buscando atrair paulistanos dos extremos da cidade para uma área mais central".

Ao redor dos rios, o projeto prevê a criação de uma Área de Proteção Permanente (APP) integrada aos novos parques, com sete novos canais de drenagem. O novo sistema deverá livrar a Linha 10-Turquesa da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) de alagamentos.

A população poderá acessar a minuta até o dia 25 de setembro através do site da Gestão Urbana, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU), e enviar sugestões e propostas para o projeto. A Prefeitura também realizará audiências públicas nos dias 7, 14 e 21 de setembro, no CEU Meninos, no Clube Atlético Juventus e no Círculo dos Trabalhadores Cristãos da Vila Prudente, respectivamente.

A minuta deverá ser encaminhada à Câmara Municipal em outubro. Para acessá-la, clique aqui