domingo, 25 de março de 2018

São Paulo mais bonita



Prefeitura entrega primeira fase do projeto SP Sem Fio, de enterramento das redes aéreas
Projeto é uma parceria com AES Eletropaulo e empresas de telecomunicação. Enterramento é feito sem custos para o município
14:59 17/03/2018





De Secretaria Especial de Comunicação
O prefeito João Doria entregou neste sábado (17), na região central de São Paulo, a primeira etapa do projeto SP Sem Fio. A Rua José Paulino e outras 13 vias tiveram 30 quilômetros de cabos aéreos enterrados e 102 postes removidos das calçadas. No total, serão beneficiadas 117 ruas na região, com o enterramento de 52 km de cabos e a remoção de 2.109 postes. As obras serão finalizadas no mês de julho.

"É a primeira vez que temos uma área tão extensa de enterramento de fios na cidade de São Paulo. Vamos tentar fazer isso sempre em parceria com a iniciativa privada, com custo zero para o município", disse o prefeito.

O projeto SP Sem Fio prevê, ao todo, o enterramento de 65,2 km de redes aéreas e a retirada de 3.014 postes, beneficiando 170 vias da cidade. O programa é resultado do diálogo e das negociações realizadas entre a Prefeitura, a AES Eletropaulo e as empresas de telecomunicação, que  superaram os entraves jurídicos que impediam, há anos, o enterramento dos fios que está sendo executado sem custos para a administração municipal.

“Esse é o primeiro passo de uma maratona. Conseguimos superar os problemas que existiam e, por meio do diálogo, conseguimos encontrar viabilidade técnica e econômica para esse projeto, que vai mudar a cara da região e auxiliar na requalificação do Centro”, disse Marcos Penido, secretário Municipal de Serviços e Obras.

Demais áreas favorecidas
Os trabalhos de enterramento das redes aéreas tiveram início em outubro de 2017 na região da Vila Olímpia, Zona Sul. Naquela área, serão enterrados4,2 kmde cabos aéreos em 13 ruas possibilitando, assim, a retirada de 321 postes. As obras estão em execução na Rua Funchal, desde a Avenida dos Bandeirantes até a Rua Pequetita. A AES Eletropaulo já executou 40% das obras do projeto. Os trabalhos devem ser finalizados em julho.

O entorno do Mercado Municipal também está recebendo melhorias por meio do projeto. Em janeiro deste ano, tiveram início as obras para o enterramento de9 kmcabos aéreos em 40 vias no entorno do Mercado, possibilitando a retirada de 584 postes. Nesta área as obras serão finalizadas em 2019.

Confira, abaixo, as vias com os trabalhos concluídos na região central:
  • Rua José Paulino, por toda a sua extensão, desde a Rua Mamoré até a confluência com a Rua Prates;
  • Rua Silva Pinto, desde a Rua Anhaia até a confluência com a Rua da Graça;
  • Rua Professor Cesare Lombroso, por toda a sua extensão, desde a Rua Silva Pinto até a confluência com a Rua Ribeiro de Lima;
  • Rua Ribeiro Lima, por toda a sua extensão, desde a Rua Professor Cesare Lombroso até a confluência com a Rua da Graça;
  • Rua Carmo Cintra, por toda a sua extensão, desde a Rua Aimorés até a confluência com a Rua José Paulino;
  • Rua Aimorés, por toda a sua extensão, desde a Rua Silva Pinto até a confluência com a Rua Ribeiro de Lima.
  • Rua Anhaia, desde a Rua Silva Pinto até a confluência com a Rua Júlio Conceição;
  • Rua dos Italianos, desde a Rua Silva Pinto até a confluência com a Rua Júlio Conceição;
  • Rua Júlio Conceição, desde a Rua dos Italianos até a confluência com a Rua da Graça;
  • Rua Tenente Pena, desde a Rua dos Italianos até a confluência com a Rua José Paulino/ Rua Areal;
  • Rua Mamoré, desde a Rua Areal/ Rua José Paulino até a confluência com Rua da Graça;
  • Rua do Areal, desde a Rua Tenente Pena até a confluência com Rua da Graça;
  • Rua Prates, desde a Rua José Paulino até a confluência com a Rua Ribeiro de Lima;
  • Rua Cônego Martins por toda a sua extensão, desde a Rua José Paulino.
Outras melhorias na região
A Rua José Paulino também está inserida no programa Asfalto Novo, que tem investimento previsto de R$ 550 milhões em duas fases que contemplam 136 vias. Deste total, R$ 310 milhões provêm do fundo de multas, utilizado pela primeira vez na história com esta finalidade.

A rua está sendo recapeada desde a Rua Tenente Pena até a Praça da Luz,  em um total de1 quilômetrode extensão (9.000 m²). Outras ruas que participam do programa são: Ribeiro de Lima, Aimorés, Silva Pinto e Professor Cesare Lombroso. As vias também terão as calçadas refeitas por empresários locais.

“Estamos numa região comercial extremamente importante e, com essas melhorias, deixaremos o ambiente mais agradável para o público. Após o término do enterramento da fiação elétrica, da fibra ótica, e demais intervenções, nosso objetivo é refazer as calçadas”, explica Nelson Tranquez Júnior, presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas do Bom Retiro.

Para o prefeito regional Sé, Eduardo Odloak, o projeto SP Sem Fio proporcionará comodidade para os mais de 80 mil frequentadores do bairro. “A remoção dos fios deixará a área, que é um importante polo de comércio da região central,  muito mais segura para a população. Já a parceria com os empresários para a reforma das calçadas e o asfalto novo atrairão mais pessoas para fazer compras nesta região”, afirma.

A área ainda está sendo beneficiada pelo programa Luzes da Cidade, por meio da Parceria Público Privada (PPP) da iluminação pública. Já foram trocados 54 pontos de lâmpadas de sódio por LED na Avenida Rio Branco, 27 pontos na Rua Dino Bueno, 14 na Rua Cleveland, 30 na Rua Helvetia e 46 na Rua José Paulino.