sexta-feira, 7 de abril de 2017

Infraestrutura é saúde



BNDES divulga as ofertas recebidas nos leilões dos estudos para concessão de serviços de saneamento em seis estados
Concorrências envolvem serviços no Maranhão, Pará, Pernambuco, Sergipe, Amapá e Alagoas
Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
31/Março/2017


O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) divulgou os lances recebidos nos leilões para a contratação de estudos para concessão dos serviços em saneamento nos estados do Amapá, Alagoas, Maranhão, Pará, Pernambuco e Sergipe. Os pregões ocorreram neste mês de março.


Os consórcios EY/Felsberg/Muzzi/Ema e PwC/Loeser/Portela/EGIS ofereceram os menores valores nos leilões realizados no dia 15 para Alagoas e Amapá, respectivamente. Ao todo foram 34 ofertas, sendo 16 para o estado alagoano, onde o preço máximo atingiu R$ 19,2 milhões e o mínimo R$ 8,3 milhões, e 18 propostas para Amapá, com valor máximo de R$ 13,1 milhões e menor proposta de R$ 5,3 milhões.

Já os leilões realizados no dia 17 de março, tiveram como maior proposta o Consórcio AQUA pelos serviços no Maranhão, com oferta de R$ 8.537.000,00, e no Pará, com lance de R$ 6.240.000,00.

Por fim, as concorrências de Pernambuco e Sergipe foram realizadas no dia 21 deste mês, sendo que a maior proposta para o estado pernambucano foi do Consórcio Fator/Concremat/VGEP, com valor de R$ 7.876.000,00, e para Sergipe do Consórcio Sanear Brasil, com lance de R$ 4.375.900,00.

Os selecionados nas concorrências terão um prazo de seis a oito meses para conclusão dos levantamentos, que deverão indicar aos estados a proposta de modelagem de participação privada na prestação dos serviços, podendo ser em forma de concessão, subconcessão, parceria público-privada (PPP) ou alienação de ativos, dentre outros.
Segundo o BNDES, os resultados estão em processo de recurso e terão decisão das Autoridades Superiores divulgados até o dia 14 de abril.